UP! LIVE IN CHICAGO

Close And Personal
Próximo Evento  -   Shania: Still the One 2014
DIA(S) HORA(S) MINUTO SEGUNDO(S)
 

Lançado Novembro 18, 2003
Gravado Julho 2003
Gênero Live
Tempo 105:20 minutes
Gravadora Mercury Nashville
Diretor Beth McCarthy-Miller
Produtor Beth McCarthy-Miller

 

O DVD

Up! Live in Chicago é o terceiro álbum de vídeo ao vivo da cantora canadense Shania Twain. Dirigido e produzido por Beth McCarthy-Miller, o concerto foi realizado e filmado em 27 de julho de 2003 no Campo de Hutchinson, no lado sul do Grant Park, em Chicago, Illinois, onde haviam mais de 50.000 pessoas. O show em si, difere do que a Up! Tour trazia com estágios divergentes, setlits e produção. As cenas de ‘abertura’ foram filmadas durante a mesma semana, quando Twain visitou marcos locais e eventos. O vídeo/show estreou na National Broadcasting Company (NBC) em 19 de agosto de 2003, e foi assistido por mais de 8.870.000 espectadores, tornando-se o segundo filme/concerto mais visto na televisão, atrás de Celine Dion A New Day… Live in Las Vegas (2003).

Devido às suas alta avaliações na televisão, Up! Live in Chicago foi lançado como um álbum de vídeo(DVD) em 18 de novembro de 2003 pela Mercury Nashville Records. Lançado tanto em embalagem padrão de DVD como em uma versão especial, que contou com performances adicionais não inclusas na apresentação de televisão, e foi recebida positivamente pelos críticos de música, que elogiou a interação de Twain com o público, no entanto, alguns questionaram seu canto. O vídeo chegou a número dois na Billboard Music do gráfico de vendas e foi certificado platina pela Recording Industry Association of America(RIAA) para as transferências de 100.000 cópias nos Estados Unidos. Também foi disco de platina na Austrália e ouro na Áustria e no Brasil. Trechos do Up! Live In Chicago foram usados ​​nos vídeos de música para de Shania em “She’s Not Just A Pretty Face” (2003) e “It Only Hurts When I’m Breathing” (2004).

Por de trás das câmeras.

Mais de três anos e meio após seu último show ao vivo, Twain realizaram uma série de três concertos ao ar livre na Europa e América do Norte em julho de 2003 para promover seu quarto álbum de estúdio Up! (2002). A cantora programa a bateria de show’s principalmente por causa da sua ausência prolongada de performances ao vivo e para garantir um concerto nos Estados Unidos antes da Up! Tour. Na época, era para começar em setembro de 2003 na Europa, embora em última análise, o fizeram na América do Norte. Ela disse: “Com a turnê a partir de setembro, eu não queria perder o verão sem fazer um concerto nos EUA. Depois de viver com essas 19 músicas [do Up!] e passar pelo processo de gravação, é hora de subir no palco e executá-las “. Ela deixou muito espaço para improvisação, afirmando que preferiria que suas performances fossem muito espontâneas do que muito coreografadas. Twain realiza o primeiro concerto em 05 de julho de 2003 em Nowlan Park em Kilkenny, Irlanda, e, em seguida, em 12 de julho de 2003 no Hyde Park em Londres, Inglaterra com um setlist composto por 22 músicas.

A cantora então foi para Chicago, Illinois, para realizar um concerto gratuito ao ar livre em 27 de julho de 2003, realizada no Campo de Hutchinson, no lado sul do Grant Park. Enquanto isso, a National Broadcasting Company (NBC) estava procurando um artista para hospedar uma música, televisionada em horário nobre especial, e entrou em contato com Shania para discutir as possibilidades de filmar o concerto em Chicago. Os executivos da NBC procuraram Twain para o especial, porque ela era uma artista bem estabelecida, com uma longa carreira, o que poderia atrair mais espectadores. Ela aceitou a oferta, e o show foi dirigido e produzido por Beth McCarthy-Miller. Antes de fazer o show  no Grant Park, Twain passou uma semana em Chicago para o as cenas dos bastidores, que seriam usadas para o especial de televisão . Visitou pontos de referência e participou de eventos locais, como um jogo de Cubs Chicago, onde ela deu o primeiro arremesso e cantou “Take Me Out to the Ballgame” para o público. A cantora também fez uma viagem de barco e visitou postos avançados do Kid’s Café, uma fundação de caridade para alimentar as crianças nos Estados Unidos. O show foi produzido por JAM Produções Criativas, e patrocinado pela estação de rádio local WUSN e o Chicago Tribune, que divulgou informações sobre como obter bilhetes para o concerto. O show foi assistido por mais de 50.000 pessoas.

Set-List

O setlist do concerto consistiu principalmente de músicas de Up!, com vários hits de The Woman in Me (1995) e Come on Over (1997). As músicas de Up! não foram cantadas em um formato específico dentre as três versões de estúdio do álbum. Ela desejava aproximar as produções ao vivo com o seu “próprio jeito”. O show começou com Shania, que utilizou uma blusa justa amarela e calças pretas, chegando na parte de trás do palco para cantar “Man! I Feel Like A Woman! “ao lado de sua banda.  Em seguida, cantou “Up!” e continuou a cantar mais um total de dez músicas durante o segmento. Em um ponto, Twain convidou um fã do no palco, onde ele faz uma proposta de casmento a sua namorada. Ela aceitou e os dois dançaram devagar no palco, como Twain cantando “When You Kiss Me”, sentado em um banquinho colocado no final da pista. Esse seguimento terminou com uma performance de “I’m Gonna Getcha Good! “,onde Twain convidou várias crianças pequenas para se juntar a ela no palco. O segmento seguinte, onde Shania vestiu um blusa de frente única bordada, com ‘top’ preto por baixo e  uma calça de pernas largas e de lantejoulas pretas, ela começou com “From This Moment On”. Em seguida, ela cantou “No One Needs to Know” enquanto tocava um violão e “Thank You baby!” com uma pequena orquestra que a acompanhava. Concluindo com uma performance de “I’m Outta Here “, Twain canta nove números na segunda parte do show. A cantora, vestindo uma blusa preto de manga comprida com uma bandeira americana impressa no centro e calças jeans capri, voltou ao palco para o terceiro e ultimo segmento do show. Twain canta pela primeira vez uma versão de “You’re Still The One” com guitarra acústica e, em seguida, finalizou o show com “Nah!” e “Rock This Country!”.

A recepção crítica

Matt Bjorke de About.com não tinha assistido a um concerto de Twain, nem tinha visto o especial de televisão, e foi surpreendido pela presença de palco de Shania. Ele acreditava que o vídeo faria Twain perceber que ela era uma boa cantora e ainda mais devido a sua interação com o público. Bjorke concluiu, “Up! Live in Chicago é uma experiência de DVD dinâmico que certamente vai agradar aos fãs nos próximos anos”. Chris Jones, da BBC observou diferenças entre uma banda country usual e a banda de Shania. No entanto, Jones elogiou a interação de Twain com o público, nomeando-o seu “estilo inimitável”. Ele acrescentou que, devido ao cenário vivo e um público ambiente, o vídeo foi “longe de experiência estéril”. Ele afirmou: “No geral, você sabe exatamente o que você está ficando com a Sra. Twain, e para os seus fãs este é obrigado a ser uma coisa muito boa”. Bobby Reed do Sol Chicago Times acreditava que Twain não conseguiu dar uma visão de como ela era ou a sua personalidade no concerto, observando que ela nunca mencionou sua mudança para a Suíça ou o filho, Eja. Ele elogiou a forte banda, os esforços ainda rotineiras de trazer a produção. No entanto, ele disse que a entrega vocal de Twain às vezes era um pouco frágil. Reed também notou a ausência de estrelas convidadas, em oposição a duas de concertos anteriores, embora tenha reconhecido que convidando fãs  ao palco deu ao concerto uma vibe mais country. Mark Guarino do Diário Arlington Heights ‘Herald acreditava que era evidente que o concerto foi especialmente adaptado para a televisão e declarou que Twain foi à anfitriã adequada. Ele continuou: “À medida que a noite avançava, Twain tentou maneiras diferentes, com diferentes graus de sucesso, para fazer a magnitude dessa obra um evento grande para o pequeno ecrã. Sua confiança na participação do público foi uma tentativa de humanizar as coisas, mas muitas vezes um tiro pela culatra “.

O desempenho comercial

Na semana que terminou em 12 de dezembro de 2003, Up! Live in Chicago estreou no número três no Billboard Music do gráfico de vendas. Duas semanas depois, atingiu o seu pico no número dois. O vídeo passou quatorze semanas na parada. Em Março de 2004, Up! Live in Chicago foi disco de platina pela Recording Industry Association of America (RIAA) para as transferências de 100.000 cópias nos Estados Unidos. Na semana que terminou 17 de janeiro, 2005, Up! Live in Chicago chegou a número oito no Top da Nova Zelândia 10 DVDs de música. O vídeo alcançou a posição número 61 na parada de álbuns alemão, e ficou um total de onze semanas na parada. Ele também foi certificado platina pela Australian Recording Industry Association (ARIA) para o transporte de 15.000 cópias no país. No Brasil, o vídeo foi certificado de ouro pela Associação Brasileira dos Produtores de Discos (ABPD) para a venda de 15.000 cópias. Na Áustria, o vídeo foi certificado ouro pela Federação Internacional da Indústria Fonográfica (IFPI) para a venda de 5.000 cópias.

As músicas

Todas as músicas foram escritas e compostas por Shania Twain e  Robert John “Mutt” Lange.

No. Título Tempo
1. “Man! I Feel Like a Woman!” 4:14
2. “Up!” 3:32
3. “Honey, I’m Home” 4:13
4. “She’s Not Just a Pretty Face” 4:15
5. “Forever and for Always” 4:21
6. “Ka-Ching!” 3:40
7. “When You Kiss Me” 7:17
8. “Don’t Be Stupid (You Know I Love You)” 3:48
9. “That Don’t Impress Me Much” 4:52
10. “I’m Gonna Getcha Good!” 7:35
11. “From This Moment On” 6:07
12. “No One Needs to Know” 3:14
13. “Thank You Baby! (For Makin’ Someday Come So Soon)” 4:09
14. “It Only Hurts when I’m Breathing” 3:46
15. “Juanita” 4:19
16. “Whose Bed Have Your Boots Been Under?” 4:39
17. “Any Man of Mine” 4:13
18. “In My Car (I’ll Be the Driver)” 4:40
19. “(If You’re Not in It for Love) I’m Outta Here!” 5:51
20. “You’re Still the One” 3:28
21. “Nah!” 4:59
22. “Rock This Country!” 6:24

Gráficos e certificados

Charts

Charts (2003–05) Peak
position
German Albums Chart 61
New Zealand Top 10 Music DVDs 8
US Billboard Top Music Videos 2

Certificações

País Certificações
Austrália Platinum
Áustria Gold
Brasil Gold
Estados Unidos Platinum

Créditos e Pessoal

  • Brent Barcus – guitar
  • J. D. Blair – drums
  • Roddy Chiong – guitar, percussion, mandolin, violin
  • Cory Churko – background vocals, guitar, mandolin, violin
  • Andy Cichon – bass guitar
  • Allison Cornell – keyboards, mandolin, violin, drums
  • Brad Duns – script coordinator
  • David Foster – film editing
  • Hardy Hemphill – keyboards, percussion, harmonica
  • Booey Kober – film editing
  • Beth McCarthy-Miller – director, producer
  • Steve McMillan – live sound mixing
  • Jeff Muhlstock – steadicam operator
  • Marc Muller – guitar
  • Shania Twain – drums, guitar, performer, singer
  • Randy Waller – guitar

 

 

 
 
previous next
X